quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Foi dada a largada

Como sempre, acaba a copa e começam as eleições. Uma chuva de pafleteiros, faixas e megafones surge nas praças, filas e entradas de metrôs, trens, barcas e ao redor de todo tipo de aglomeração humana.
A parte difícil é decidir. Este ano, não sei se pela minha maior atenção ao assunto ou pela banalização das candidaturas mesmo, temos que escolher entre Mulher Fruta e Jogador de Futebol para elaborar as leis do país. E oque tem a ver fruta com eleição? Só o caroço que sobra pro cidadão!

Pro executivo a coisa se agrava: aqui no RJ as opções variam entre saúde, segurança OU educação. Nenhum candidato tem a visão de prestar assistência ampla. Cada um cuida do que lhe interessa mais e que se .... o resto. Ah! Quase esqueço do substituto de Garotinho. Precisa comentar?

Mas nada supera a corrida para ser o representante máximo da nação, a pessoa que vai nos representar no resto do mundo. Nosso Presidente. São eles: pelo Psol e PSL, Matusalém; do PT a Assaltante de Bancos; do PV a Amazona; do PSDB o Homem que Não Sorri e alguns completos desconhecidos.


ESCOLHA JÁ O SEU!!

Um comentário:

Sabina disse...

Vivi amada, não sabia desses seus dotes literários...rs Lerei-te com mais frequência!

Pois é, sobre o assunto, essas eleições me fazem dar graças a Deus por estar deixando essa sujeira desse país, que por mais que eu ame e morra de saudades quando estou fora... ô maioria ignorante que bota o país na lama! Se a Dilma ganhar então, vou repensar a frequência com que voltarei aqui...

O mais triste é ver o Lula ser louvado como martir lá fora, pelo 1º mundo que acha que conhece o "Brazil" de capital Buenos Aires pelo que lê na internet.